ESCOLAS MUNICIPAIS
PDE ATIVIDADES
HTPI ONLINE
ID PROJETOS
EDUCADOR de APOIO
PUBLICAÇÕES

Compartilhe:

• Ferramentas tecnológicas marcam volta às aulas em PG na segunda (7)

Publicado em 15/02/2022 - por Autor desconhecido

Na próxima segunda-feira (7), as 78 escolas municipais começam a receber os mais de 53 mil alunos no primeiro dia de aula do ano letivo de 2022. Para recepcionar os estudantes, a Secretaria de Educação (Seduc) investiu mais uma vez em tecnologia. Sinal de wifi em todas as salas, com as lousas digitais conectadas à internet, a disponibilidade da plataforma Google For Education e os chromebooks nas 38 unidades de Ensino Fundamental e para todos os professores são as primeiras novidades.

Todas as ferramentas tecnológicas fazem parte da atualização do programa Educação do Futuro, existente desde 2010. De tempos em tempos, a pasta municipal promove uma renovação dos serviços oferecidos aos alunos por meio desta iniciativa. Tais ações têm como objetivo difundir o uso produtivo de recursos tecnológicos, oportunizando o uso de novas ferramentas como suporte aos docentes. Desta forma, a pasta municipal aposta na melhoria do processo de ensino e de aprendizagem dos alunos.

Ao chegar nas escolas na segunda-feira (7), de cara os estudantes vão se deparar com sinal wi-fi em todas as salas de aula. Isso ocorre graças ao Projeto Conectividade Escolar que consiste na instalação do sistema, ligando todas as unidades à internet. A EM Governador Orestes Quércia, no Bairro Mirim, foi a primeira a receber a nova ferramenta educacional.

A Secretaria de Educação lançou em maio deste ano o projeto piloto para, assim, estudar a viabilidade de implantar a tecnologia em toda a rede. Com o resultado positivo, a pasta municipal executou os trâmites para a aquisição do sistema utilizado e começou a instalação. Atualmente, todas as 78 escolas já contam com wi-fi para o início do ano letivo em 2022.

Capacitação - Com o wifi, tablets, lousas digitais e a recém ferramenta adquirida pela pasta municipal estarão conectados à internet. A Seduc investiu na adoção do Google For Education, um dos principais mecanismos usados por escolas e professores durante as aulas remotas para interagir com alunos. Junto, a Secretaria de Educação foi atrás de aparelhos portáteis e fez a aquisição de Chromebooks, Modem USB e Chip de Dados 4G visando elevar ainda mais a excelência do ensino aplicado.

Tratam-se dos projetos Sistema Móvel de Acesso aos Recursos e Google Workspace for Education. Ao todo, a pasta municipal fez a aquisição de 4.460 chromebooks. Destes, 2.660 serão distribuídos em 38 escolas que atendam Ensino Fundamental, ficando 70 aparelhos por unidade. Professores e integrantes das equipes técnicas das escolas municipais já começaram a receber os demais 1.800 equipamentos. Junto, os educadores ganham ainda um Modem USB e um Chip de Dados.

E visando proporcionar cada vez mais educação de qualidade para os alunos da rede municipal, o Município firmou uma importante parceria com o Google for Education, conjunto de soluções colaborativas online com o objetivo de ajudar alunos e professores a promoverem um ensino mais dinâmico e completo. Com a parceria, diversos aplicativos do Google são oferecidos como apoio para as aulas, como o Google Classroom (Sala de Aula), Formulários, Agenda, Drive, Documentos, Planilhas, Apresentações, entre outros. Dessa forma, os usuários têm em mãos mais recursos para gestão, comunicação e organização das aulas, beneficiando tanto os professores como os próprios alunos.

Ainda esse ano – Além das novidades que os alunos vão se deparar nos primeiros dias de aula, a Seduc ainda prepara mais inovações que entrarão em funcionamento ao longo do ano. Uma delas será Projeto Frequência Online que consiste no registro da presença do aluno na escola por meio de sistema informatizado. O novo equipamento será instalado nas 38 escolas de Ensino Fundamental.

Ao passar pela catraca que ficará instalada na entrada da unidade, a informação já fica cadastrada e pode ser acompanhada digitalmente pela Secretaria de Educação. A informação aparece de imediato no diário digital à disposição do docente que precisará apenas conferir se de fato o estudante compareceu.

Para somar a essa nova realidade, a Seduc colocará em prática ainda o projeto Click-Educação. Com isso, a pasta municipal promoverá a modernização estrutural e técnica de todos os laboratórios de informática e salas de aula das Escolas Municipais de Ensino Fundamental.

Processo – A partir de segunda-feira (7), os alunos verão parte destas novidades ao retornar com aulas 100% presenciais e obrigatórias. As unidades de ensino adotarão todos os protocolos sanitários necessários, entre eles uso de máscara e álcool em gel. Com a imunização de crianças de 5 a 11 anos em andamento, a pasta municipal orienta pais e responsáveis que levem os estudantes nesta faixa etária para tomarem a vacina.

Em Praia Grande, a Seduc acolherá a normativa estabelecida pela resolução da Secretaria Estadual de Educação. Os estudantes poderão comparecer à unidade escolar mesmo se não participarem do ciclo de imunização. Pais e responsáveis terão até o término do mês de abril para apresentar o comprovante de vacinação. Após esse período, os casos que não cumprirem com a orientação serão encaminhados para o Conselho Tutelar que tomará as medidas necessárias.

Com as atividades 100% presenciais, os alunos voltam a frequentar as escolas municipais de segunda a sexta-feira. As creches retomam o atendimento nos períodos integral, como já ocorreu agora em janeiro, e semi-integral. As turmas do Infantil I e II, 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Educação Especial retornam a participar de quatro horas/aula por dia.

Assim como já ocorria ano passado, as unidades de ensino adotarão todos os protocolos de biossegurança necessários. Ao entrar nas escolas, os estudantes terão a temperatura aferida, contarão com álcool em gel e tapete sanitizante à disposição. O uso de máscaras será obrigatório, assim como, a utilização de copos e toalhas individuais por criança.

Voltar