Notícias 
Título Descrição Postado
Docentes que ministram oficinas destacam troca de experiências na Jornada Pedagógica
Ao mesmo tempo em que proporciona um momento de capacitação aos cerca de 2 mil professores das escolas municipais de Praia Grande, a Jornada Pedagógica traz consigo um ponto extra. A oportunidade de profissionais que atuam na mesma rede compartilharem a prática pedagógica que desenvolveram e deram sucesso ao longo do ano. Na sua 14ª edição, essas trocas ocorreram nos dois dias de eventos, quinta e sexta-feira (15 e 16), em duas unidades de ensino. Na edição deste ano, as oficinas foram divididas por polos e segmentos de ensino. A EM Professor Fued Temer, no Bairro Guilhermina, recebeu 15 capacitações ministradas pelos docentes de Educação Infantil e Ensino Fundamental I (do 1º ao 5º ano). Na EM Governador Orestes Quércia, no Mirim, ficaram reunidas outras 14 trocas de experiências relativas ao Ensino Fundamental II (6º ao 9º), Complementação Educacional e Educação de Jovens e Adultos (EJA). O professor Jeferson Nascimento da Silva foi um dos 29 docentes que ministraram as oficinas. O educador desenvolveu o projeto “Literação: A Leitura em Ação – Desdobramentos do Página a Página”, A prática pedagógica foi desenvolvida no segundo semestre de 2023, com alunos do 7º ano da EM Ronaldo Sérgio Alves Lameira Ramos, no Bairro Sítio do Campo. Três turmas participaram da proposta pedagógica. Cada uma usou um dos livros distribuídos pelo programa Página a Página para os 7ºs anos para desenvolver um trabalho. Dentro das propostas, os alunos promoveram diferentes ações. Uma delas foi um labirinto formado com frases tiradas do livro O Pequeno Príncipe que levavam os participantes até a saída. Outra turma transformou a sala de aula em uma caverna onde as pessoas saíam após resolver um quizz de forma colaborativa entre elas. Durante a oficina, Silva compartilhou com os demais docentes detalhes de como a proposta foi trabalhada, quais os desafios enfrentados e o resultado final alcançado por cada sala. Para o professor, a troca de experiências durante as oficinas permite um crescimento mútuo. “Foi interessante, pois além de compartilhar, também ouvimos dúvidas e sugestões dos participantes. A educação só cresce assim, com esses ciclos de feedbacks. O que contribui para a nossa autoformação”. Universo Geek – Assim como Silva, o professor Rodrigo Dias Pouza também teve a experiência de apresentar sua proposta intitulada “Cultura Maker: Um Universo de Possibilidades”. A prática pedagógica foi desenvolvida pelo educador, em 2023, com alunos de 7 a 14 anos que participam das turmas de Complementação Educacional, na EM João Gonçalves, no Bairro Aviação. Durante a oficina, Pouza apresentou de forma sucinta aos colegas de profissão o que foi o projeto realizado com os alunos em sala de aula. Na sequência, o educador propôs uma atividade prática onde os demais professores puderam vivenciar a prática pedagógica. Para isso, contou com ferramentas como os sites Tinkercard, Scratch e Scratch Junior. “Com auxílio de outro programa, o Make, eles puderam transformar uma massinha em um controlador”, destacou. Para o professor, ministrar uma das oficinas durante a Jornada Pedagógica permite um crescimento profissional. “Já participei da edição anterior e concorro mais uma vez este ano. Esse momento de compartilhamento possibilita que a gente mensure até onde o projeto conseguiu chegar. Ao mesmo tempo, nos mostra, de repente, alguma coisa que a gente não atingiu quando surge um questionamento por parte do colega que acabou de ter contato com a prática pedagógica. Por isso, acredito ser um crescimento mútuo”. Jornada – As 29 oficinas fazem parte do percurso a ser percorrido pelos docentes que concorrem ao Troféu Prêmio Professor – Práticas Pedagógicas de Sucesso. Ao final de cada apresentação, os docentes que assistiram às oficinas votaram dando pontos ao que acabaram de acompanhar. Os dez melhores se tornam vencedores e a premiação ocorre em evento a ser realizado no final do ano. Criada em 2011, a Jornada Pedagógica surgiu para substituir a Semana de Educação. O evento tem como objetivo oferecer aos docentes um momento de aperfeiçoamento profissional, assegurado em exemplos práticos e teóricos, promovendo assim a reflexão sobre a prática de ensino. Este ano, cerca de 2 mil professores e representantes das equipes técnicas das escolas municipais participam da atividade.
19/02/2024
Cerca de 2 mil docentes participam da 14ª edição da Jornada Pedagógica
Aperfeiçoar o conhecimento dos docentes e promover a troca de experiência entre eles. Com este objetivo, a Secretaria de Educação (Seduc) promove a 14ª edição da Jornada Pedagógica. Na próxima quinta e sexta-feira (15 e 16) pós feriado de carnaval, cerca de 2 mil professores e integrantes das equipes técnicas das 78 escolas da rede municipal de ensino de Praia Grande participam da iniciativa. Organizada pela Coordenadoria de Formação e Aperfeiçoamento, a Jornada Pedagógica contará com dois momentos. Nos dois dias, enquanto um grupo de professores assiste às palestras no Palácio das Artes (Bairro Boqueirão) ou no Auditório Jornalista Roberto Marinho (Mirim), outro participa das oficinas realizadas nas EMs Professor Fued Temer (Guilhermina) e Governador Orestes Quércia (Mirim). Na quinta-feira (15), o Palácio das Artes recebe três palestras. A primeira, das 8h30 às 10 horas, será ministrada por Elisandra Pereira e terá o tema “A Influência da Construção Social Racista no Trabalho Docente: Refletir para Desconstruir”. Logo após, das 11 às 12h30, Claudio Morato aborda o assunto “Tenho um Aluno com Deficiência: E Agora?”. Para encerrar, das 15 às 16h30, Ari Brito conversa com os professores sobre “Os Avanços da Neurociência na Educação”. O Auditório Roberto Marinho será palco do segundo dia de palestras. Para abrir os trabalhos, das 8h30 às 10 horas, os especialistas de tecnologias educacionais, Jucineia de Oliveira, Guilherme Marques e Paulo Henrique conversam com os professores sobre o tema “A Inteligência Artificial em Tudo e Todo Lugar”. Na sequência, das 11 às 12h30, Andrezza Andreotti e Ronaldo Christofoletti falam sobre “Escola Azul: Um Oceano de Educação e Transformação”. Para finalizar, das 15 às 16h30, Ari Brito faz a palestra “Os Avanços da Neurociência na Educação”. Nos dois dias, ao mesmo tempo que ocorrem as palestras no Palácio das Artes e Auditório Roberto Marinho, os professores participam de oficinas. As capacitações serão ministradas por docentes que concorrem ao Troféu Prêmio Professor – Práticas Pedagógicas de Sucesso. Este ano, os bate-papos ocorrem nas EMs Governador Orestes Quércia e Professor Fued Temer. Ao final, os docentes votam dando pontos às apresentações. Os dez melhores se tornam vencedores do prêmio. Jornada – Criada em 2011, a Jornada Pedagógica surgiu para substituir a Semana de Educação. O evento tem como objetivo oferecer aos docentes um momento de aperfeiçoamento profissional, assegurado em exemplos práticos e teóricos, promovendo assim a reflexão sobre a prática de ensino. Este ano, cerca de 2 mil professores e representantes das equipes técnicas das escolas municipais participam da atividade. Endereços – O Palácio das Artes está localizado na Avenida Presidente Castelo Branco, 1.600, no Boqueirão. O Auditório Jornalista Roberto Marinho fica na Rua José Borges Neto, 50, Mirim. A EM Governador Orestes Quércia localiza-se na Rua Primeiro de Janeiro, 1.221, Mirim. Enquanto a EM Professor Fued Temer encontra-se na Rua Leme, 27, no Guilhermina.
09/02/2024
Bora estudar! Volta às aulas nas escolas municipais de PG reúne 55 mil estudantes
Acabaram as férias. Nesta segunda-feira (5), voltaram às aulas na maior rede de ensino em número de alunos entre as nove cidades da Região Metropolitana da Baixada Santista. Cerca de 55 mil estudantes retornam ao processo de aprendizagem nas 78 escolas municipais de Praia Grande. Para 2024, a novidade ficou para o início da entrega dos kits de mochila, material e uniforme escolar. Nesta segunda, voltaram as aulas presenciais os alunos das turmas de Infantil I e II, do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental, Educação Especial, Complementação Educacional e Educação de Jovens e Adultos (EJA). Os pequenos dos berçários I ao III, Ciclos I e II, retornaram para as suas escolas um pouco antes, na última quinta-feira (1°). Em janeiro, aqueles que não ficaram em férias frequentaram as creches polos. Para marcar a volta às aulas, a Prefeitura de Praia Grande começou a distribuição dos kits de material e uniforme escolar antes do início do ano letivo. A novidade ficou por conta da entrega de mochilas para todos os alunos da rede municipal de ensino. O fornecimento dos itens ocorre de forma gradativa conforme as escolas recebem os produtos da empresa. A previsão é de que até final de fevereiro todos os estudantes sejam contemplados. Alunos beneficiados – As mochilas atendem a todos os alunos da rede municipal de ensino. A Secretaria de Educação (Seduc) de Praia Grande faz a entrega do item para estudantes das turmas de Creche, Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação Especial e Educação de Jovens e Adultos (EJA). O equipamento tem formato diferente, de rodinhas ou apenas alças, atendendo a necessidade de cada segmento de ensino. Com o material escolar, a Prefeitura atende cerca de 53 mil alunos com kits individuais e coletivos. As turmas de Berçário III recebem itens para serem utilizados pelos estudantes em cada sala, por isso, são entregues direto para as escolas. Já os estudantes do Infantil I e II, Ensino Fundamental, Educação Especial e Educação de Jovens e Adultos (EJA) ganham elementos que atendam a necessidade de cada nível escolar. Lápis, canetas, cadernos e borrachas estão entre os artigos presentes na grande maioria. No que diz respeito ao uniforme escolar, cerca de 46 mil alunos são contemplados com os kits. Estudantes do Infantil I e II, da Educação Especial e do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental recebem duas camisetas meia manga e uma regata, bermuda para meninos e shorts/saia para meninas e um agasalho composto por jaqueta e calça. Já os estudantes do 6º ao 9º ano ganham duas camisetas meia manga, uma regata e uma blusa de moletom e os atendidos pela EJA ganham duas camisetas meia manga.
06/02/2024
Famílias de alunos de Praia Grande recebem uniformes, materiais escolares e mochilas
Alegria para os alunos da rede municipal de ensino e seus pais ou responsáveis! A Prefeitura de Praia Grande iniciou a entrega dos uniformes, materiais escolares e mochilas que serão utilizadas ao longo de todo o ano letivo de 2024. O primeiro dia de distribuição ocorreu nesta quinta-feira (1), bem antes do início das aulas, que será na próxima segunda (5). Dar identidade, padronizar o acesso e auxiliar na renda familiar. Esses são alguns dos benefícios que as mochilas e os kits de material e uniforme escolar trazem para os cerca de 57 mil alunos beneficiados com o fornecimento destes itens. A entrega ocorre de forma gradativa. Conforme as unidades de ensino recebem os kits de material e uniforme escolar convocam as famílias para que façam a retirada. Em algumas unidades, os alunos recebem os itens de forma completa. Em outras, neste primeiro momento, são beneficiados apenas com o material. Até o final de fevereiro todos kits serão distribuídos. Este ano, o diferencial ficou por conta do fornecimento da mochila. O item foi acrescentado nesta gestão da prefeita de Praia Grande, Raquel Chini, e beneficiará todos os alunos da rede municipal de ensino. Mãe de dois alunos da EM Dr. Roberto Shoji, Gisele Elis Ribeiro Rios Muraro, ficou surpresa quando viu a novidade. “Isso ajuda muito na parte financeira das famílias. Além de motivar ainda mais as crianças em vir para a escola no primeiro dia”, destacou. Mãe de aluna na EM Circe Sanches Toschi, Aglae da Silva Melo, também enfatizou a importância de receber os kits no início do ano letivo. “É uma preocupação e um gasto a menos. Ela vai começar o ano uniformizada já desde o primeiro dia. Receber tudo adiantado facilita para a logística das famílias. E a surpresa foi saber que também ganham a mochila, que é uma novidade bem interessante”. Alunos beneficiados – As mochilas atendem a todos os alunos da rede municipal de ensino. A Secretaria de Educação (Seduc) de Praia Grande faz a entrega do item para estudantes das turmas de Creche, Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação Especial e Educação de Jovens e Adultos (EJA). O equipamento tem formato diferente, de rodinhas ou apenas alças, atendendo a necessidade de cada segmento de ensino. Com o material escolar, a Prefeitura atende cerca de 53 mil alunos com kits individuais e coletivos. As turmas de Berçário III recebem itens para serem utilizados pelos estudantes em cada sala, por isso, são entregues direto para as escolas. Já os estudantes do Infantil I e II, Ensino Fundamental, Educação Especial e Educação de Jovens e Adultos (EJA) ganham elementos que atendam a necessidade de cada nível escolar. Lápis, canetas, cadernos e borrachas estão entre os artigos presentes na grande maioria. No que diz respeito ao uniforme escolar, cerca de 46 mil alunos são contemplados com os kits. Estudantes do Infantil I e II, da Educação Especial e do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental recebem duas camisetas meia manga e uma regata, bermuda para meninos e shorts/saia para meninas e um agasalho composto por jaqueta e calça. Já os estudantes do 6º ao 9º ano ganham duas camisetas meia manga, uma regata e uma blusa de moletom e os atendidos pela EJA ganham duas camisetas meia manga.
06/02/2024
Prefeitura de Praia Grande inicia entrega de uniformes, materiais escolares e mochilas
A Prefeitura de Praia Grande inova e inicia a distribuição dos kits de material e uniforme escolar antes do início do ano letivo. A entrega começa a partir desta quinta-feira (1°), de forma gradativa. A novidade ficará a cargo do fornecimento das mochilas aos alunos da rede municipal de ensino. Na próxima segunda-feira (5), os cerca de 57 mil estudantes retornam as aulas nas 78 escolas. Para realizar a entrega, as escolas municipais farão o contato com os pais e responsáveis para que os mesmos compareçam à unidade de ensino para retirar os itens. A primeira remessa de distribuição inicia nesta quinta (1º). Na próxima semana, ocorre a segunda etapa de entregas. O objetivo da Prefeitura de Praia Grande é contemplar todos os alunos da rede municipal até o final de fevereiro. Novidade - A novidade este ano será a distribuição de mochilas para todos os alunos da rede municipal de ensino. A Seduc entregará o item para estudantes das turmas de Creche, Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação Especial e Educação de Jovens e Adultos (EJA). O equipamento terá formato diferente, de rodinhas ou apenas alças, atendendo a necessidade de cada segmento de ensino. Alunos beneficiados - Com o material escolar, a Prefeitura atenderá cerca de 53 mil alunos com kits individuais e coletivos. As turmas de Berçário III recebem itens para serem utilizados pelos estudantes em cada sala, por isso, são entregues direto para as escolas. Já os estudantes do Infantil I e II, Ensino Fundamental, Educação Especial e Educação de Jovens e Adultos (EJA) ganham elementos que atendam a necessidade de cada nível escolar. Lápis, canetas, cadernos e borrachas estão entre os artigos presentes na grande maioria. Uniformes - No que diz respeito ao uniforme escolar, cerca de 46 mil alunos serão contemplados com os kits. Estudantes do Infantil I e II, da Educação Especial e do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental recebem duas camisetas meia manga e uma regata, bermuda para meninos e shorts/saia para meninas, além de um agasalho composto por jaqueta e calça. Já os estudantes do 6º ao 9º ano ganham duas camisetas meia manga, uma regata e uma blusa de moletom. Os atendidos pela EJA ganham duas camisetas meia manga
06/02/2024
Prefeitura passa diretrizes para início do ano letivo em reunião com diretores
Nesta quinta-feira (25), a Secretaria de Educação (Seduc) promoveu a primeira reunião com diretores e assistentes de direção. O encontro contou com a participação dos integrantes das equipes gestoras das 78 escolas da rede municipal de ensino de Praia Grande. O realizado no Auditório Jornalista Roberto Marinho, no Bairro Mirim, teve a finalidade de acolher os profissionais e passar as diretrizes para início do ano letivo. A secretária de Educação, a professora Cida Cubilia, esteve presente na reunião. Em sua fala, a titular da pasta municipal destacou a importância deste ano. “Em 2024, nós fecharemos um ciclo que começou em 2022, quando demos início ao Plano Trienal de Recuperação de Aprendizagem. No final do ano, colheremos os frutos de todo o trabalho que realizamos neste período”, afirmou. O Plano Trienal de Recuperação de Aprendizagem começou em 2022. A Seduc deu continuidade em 2023 e, este ano, finaliza as ações. A iniciativa teve o intuito de flexibilizar o currículo com a finalidade de tornar o conteúdo pedagógico maleável de acordo com a necessidade da turma. Desta forma, professores e equipes técnicas das unidades de ensino puderam adequar o material ensinado de acordo com o nível de conhecimento da classe. Durante a conversa com os diretores e assistentes de direção, a Secretaria de Educação destacou outros tópicos. Entre eles, a organização das unidades de ensino para receber os professores na próxima semana, como será realizada a distribuição dos kits de material e uniforme escolas e as últimas diretrizes para o início do ano levito, marcado para dia 5 de fevereiro.
06/02/2024
PG 57 Anos: Bairros Melvi e Real ganham três novas escolas
Devido à demanda crescente, a Prefeitura de Praia Grande investe na construção de novas escolas municipais para atender desde alunos em turmas de creche, na Educação Infantil, até Ensino Fundamental. As obras para erguer quatro unidades já iniciaram. Nesta terça-feira (16), a prefeita Raquel Chini visitou os terrenos nos bairros Real e Melvi, onde ficarão lotados os novos prédios educacionais. A iniciativa faz parte da programação de comemoração ao aniversário de 57 anos da emancipação político-administrativa de Praia Grande. Acompanhada das secretárias de Educação, a professora Cida Cubilia, e de Obras Públicas, Eloísa Ojea, a prefeita visitou as obras de duas unidades de ensino no Bairro Melvi. Uma escola será para atender alunos da Educação Infantil e a outra do Ensino Fundamental. Somadas, as duas unidades de ensino terão a capacidade de atender 2.540 alunos. “Nos últimos anos, o Bairro Melvi apresentou crescimento populacional considerável. Fizemos a construção de conjuntos habitacionais que trouxeram novos moradores para a comunidade. Com isso, outros serviços públicos são necessários. Um deles é a construção de novas escolas”, explicou Raquel Chini. Com a construção da escola de Educação Infantil serão criadas 1.320 novas vagas para atender alunos em turmas de Creche e Pré-Escola, com idades de 4 meses a 5 anos. Para isso, a unidade contará com 7 berçários e 10 salas de aula divididos nos pavimentos térreo e primeiro andar. A escola terá ainda sala de informática, brinquedoteca, playground, sala de atividade esportiva. Tudo em um total de 3.241,60 metros quadrados de área construída. Enquanto isso, a nova escola de Ensino Fundamental atenderá 1.220 novos alunos em turmas de 1º ao 5º ano. A unidade terá 2.934,70 metros quadrados de área construída e contará com 18 salas de aula, sendo duas no térreo e 16 no primeiro andar. O prédio contará ainda com sala de leitura, de informática e de Atendimento Educacional Especializado (AEE), além de quadra poliesportiva. Suporte – Após conhecer as obras das duas escolas no Melvi, a prefeita Raquel Chini também visitou o terreno onde está sendo construída uma unidade de Educação Infantil no Bairro Real. O novo prédio dará apoio à EM Dra. Ana Maria Babette Bajer Fernandes ao atendimento de alunos em turmas de Creche e Pré-Escola. Quando estiver pronto, o equipamento educacional terá a capacidade de atender 1.192 crianças com idade de 4 meses a 5 anos. A unidade de ensino terá um total de 3.276,80 metros quadrados de área construída. O prédio contará com nove salas de aula, uma de informática e uma de Atendimento Educacional Especializado (AEE). Para atender a Creche serão erguidos sete berçários e duas salas de atividades. A escola receberá ainda solários, bem como playgrounds cobertos e descobertos.
18/01/2024
Prefeitura entrega obras de revitalização da EM Dr. Wilson Guedes
A EM Dr. Wilson Guedes, situada no Bairro Samambaia, está de cara nova. A Prefeitura de Praia Grande fez a revitalização da unidade de ensino. Na próxima quinta-feira (18), às 17h15, ocorre a solenidade que marca a entrega das melhorias executadas na escola. O evento faz parte das comemorações do aniversário de 57 anos da emancipação político-administrativa da Cidade. Inaugurada em 2002, a unidade de ensino passa por uma grande remodelação. Destaque para a troca do revestimento na parte interna e externa de todo o prédio. Nas salas e corredores, a parte superior das paredes era de bloco aparente pintado. Para dar melhor acabamento, foi realizado o reboco, aplicação de massa corrida e pintura. O piso também recebeu melhorias com a troca do modelo anterior por ardósias. Além da remodelação estrutural, a unidade ganha novas melhorias que ajudarão alunos, funcionários e moradores. A Secretaria de Educação (Seduc), por meio do Departamento de Obras da Educação, promoveu a implantação de novo piso podo tátil. O equipamento atende as determinações da NBR 9050, que garante a acessibilidade em espaços públicos. Além dessas, outras melhorias foram executadas como a instalação de cobertura policarbonato na entrada na escola com a utilização de nova tecnologia. Ao invés do material anterior que, com o tempo ficava com aspecto de sujo, foi utilizado o Alveolar. Com aparência de liso e transparente, o produto permite uma melhor limpeza. A quadra poliesportiva da EM Dr. Wilson Guedes também passou por melhorias. A principal está na troca do sistema de iluminação que recebeu lâmpadas de led. O local ganhou ainda nova pintura. “Todas as ações feitas colocaram a escola no padrão das demais unidades. A partir de agora, isso facilita o serviço de manutenção na escola se for necessário”, destacou o diretor do Departamento, Diego Jorge de Melo Lacerda.
18/01/2024
Prefeitura constrói quatro novas escolas e amplia outras duas unidades de ensino
A rede municipal de ensino de Praia Grande passa por novo crescimento. A Prefeitura iniciou as obras para a construção de quatro novas escolas, duas delas ficarão no Bairro Melvi, uma no Real e uma no Antártica. Além disso, as EMs Estina Campi Baptista e Ronaldo Sérgio Alves Lameira Ramos, situadas no Canto do Forte e Sítio do Campo, também serão ampliadas. Com o investimento, a Secretaria de Educação (Seduc) criará 6.157 novas vagas em Educação Infantil, Ensino Fundamental e Complementação Educacional. As obras das novas escolas e ampliação de mais duas atenderão o crescimento populacional de Praia Grande. A cada ano, Praia Grande passa a contar com média de 8 a 10 mil novos moradores. As unidades estarão situadas em bairros que apresentam maior demanda nos últimos anos. O mesmo ocorre com a expansão das EMs Ronaldo Lameira e Estina Campi Baptista. Nos últimos anos, o Bairro Melvi foi um dos que apresentou maior crescimento populacional. Para atender a demanda, a Prefeitura fará a construção de duas novas escolas. Uma atenderá alunos da Educação Infantil em turmas de Creche e Pré-Escola. Já a outra, receberá estudantes do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. Somando as duas unidades, a Seduc criará 2540 novas vagas, sendo, respectivamente, 1320 e 1220. Outro bairro que apresenta crescimento populacional, o Antártica receberá uma escola de Ensino Fundamental. O novo equipamento educacional contará com 1240 vagas que atenderá alunos do 1º ao 9º ano. A quarta unidade de ensino que será construída está situada no Bairro Real, nela, a Seduc atenderá mais 1192 estudantes, em turmas de Educação Infantil, sendo elas, Creche e Pré-Escola. Expansão – O crescimento da rede municipal de ensino não parará com a construção das quatro novas unidades de ensino. Concomitantemente, a Prefeitura de Praia Grande realizará as obras de ampliação das EMs Estina Campi Baptista e Ronaldo Sérgio Alves Lameira Ramos. Com a expansão das duas unidades, a Seduc somará 1195 novas vagas em Educação Infantil e Ensino Fundamental. Deste total, a EM Ronaldo Lameira contará com o maior número de vagas criadas. A unidade passará a atender mais 675 alunos distribuídos em turmas do 3º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Enquanto isso, a EM Estina Campi Baptista terá a capacidade de atender mais 520 estudantes distribuídos em Educação Infantil (359 novos alunos) e do 1º ao 6º ano do Fundamental (161). Logística – A Secretaria de Educação não está sozinha na construção e ampliação das escolas. Todo o projeto arquitetônico dos prédios ficou a cargo da Secretaria de Urbanismo (Seurb), por meio da Subsecretaria de Projetos Especiais. As quatro escolas erguidas contarão com uma novidade. Está previsto que as unidades de ensino recebam a instalação de placas fotovoltaicas para captação de energia solar. A tecnologia fotovoltaica consiste da conversão direta da radiação em energia elétrica. Posicionados no telhado dos prédios, os painéis absorvem os raios UV emitidos pelo sol e os convertem em corrente contínua. Essa energia captada segue até um equipamento nomeado inversor, que tem a função de transformá-la em corrente alternada, que é o tipo de sistema elétrico usado nas tomadas e lâmpadas. Constituído por painéis, módulos e equipamentos elétricos, o sistema fotovoltaico não exige um ambiente com alta radiação para funcionar. No entanto, a quantidade de energia produzida depende da densidade das nuvens. Ou seja, quanto menos nuvens houver no céu, maior será a produção de eletricidade. Essa forma de obtenção de energia vem crescendo cada vez mais em virtude da redução dos preços e dos incentivos oferecidos para que os países adotem fontes renováveis de energia. Processo – Além da Seurb, a Secretaria de Obras Públicas (Seop) também participará do processo de ampliação da rede municipal de ensino de Praia Grande. A Seop ficará responsável em acompanhar o passo a passo das construções das quatro escolas, bem como, a ampliação das outras duas.
18/01/2024